quinta-feira, 17 de junho de 2010


TELEFONE CELULAR FAZ VOCÊ BABAR MAIS

Uma experiência feita pela Universidade de Jerusalém descobriu que as glândulas salivares são estimuladas pela proximidade do celular: quem usa o aparelho encostado na orelha direita produz até 254% mais saliva no lado direito da boca (e vice-versa). O efeito supostamente é causado pela radiação eletromagnética emitida pelo celular.
Fonte: Revista Superinteressante. Edç.279. Ciência Maluca.Jun/2010

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

POR QUE ENXERGAMOS DESFOCADOS EMBAIXO D'ÁGUA?


Pela mesma razão que peixes enxergam desfocado na superfície. Ok, depoimentos de peixes não costumam ser muito confiáveis, mas a lógica é: órgão especializado no ambiente errado. Nossos olhos foram calibrados para enxergar em terra firme. Como a pressão da água é maior que a do ar, deforma nosso globo ocular. Além de incômodo, esse aperto atrapalha a entrada de luz para a retina, que forma imagens distorcidas. Aliás, quanto mais fundo o mergulho, mais distorcida a visão, porque aumenta a pressão sobre a córnea. Daí a magia dos óculos de natação: a miniatmosfera que ele prende entre a lente e o olho permite ver com foco mesmo a metros de profundidade.

Fonte: Revista Superinteressante. Oráculo.Edç.271. Nov/2009.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

SISTEMA CIRCULATÓRIO



Agora é a vez do Sistema circulatório. Abram seu coração e aprendam com mais emoção essa parte do corpo que tão impulsionate, bombeia a nossa vida!


video

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

QUESTÕES ELETRICIDADE_1º ANO


QUESTÃO 01:
Um condutor metálico A, carregado positivamente, é colocado em contato com um outro, B, neutro. Verifica-se que após o contato ambos estão carregados positivamente.

a) Você explicaria o fato dizendo que cargas positivas de A passaram para B?
b) Qual a relação entre a carga inicial de A e a carga final de A e B?

QUESTÃO 02: Uma criança em pé sobre uma mesa toca um condutor carregado também isolado. Haverá descarga completa do condutor?

QUESTÃO 03: Você já reparou que os carros-pipas que conduzem combustível possuem uma corrente que vai arrastando pelo chão? Explique a utilidade da mesma.

QUESTÃO 04: Um bastão carregado atrai pedaços de cortiça. Muitos deles, assim que o tocam, são subitamente repelidos. Explique.

QUESTÃO 05: Diferencie carga elétrica de corrente elétrica.

QUESTÃO 06: O que faz com que elétrons em movimento caótico num fio condutor passem a se movimentar de maneira ordenada?

QUESTÃO 07: O ar é condutor ou dielétrico? Ele pode conduzir eletricidade? Explique.

QUESTÃO 08: Numa bateria de celular aparece a indicação 800A. Que grandeza física está sendo representada nessa indicação. Qual o valor da carga elétrica, se o dono do celular ficar jogando durante t= 10min?

QUESTÃO 09: É confiável fazer a leitura de uma bússola com a finalidade de orientação quando
estamos próximos de aparelhos elétricos? Explique

QUESTÃO 10: Considere 3 lâmpadas incandescentes de 127V e potências 40W, 60W e 100W,
respectivamente. Quando tais lâmpadas são associadas em série a uma tensão total de 127V como se dá o brilho de cada uma? E como se comportam as outras se uma delas queimar?

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

ELETRICIDADE


O estudo da eletricidade se iniciou na Antigüidade, por volta do século VI a.C, com o filósofo e matemático grego Tales de Mileto. Foi ele quem observou o comportamento de uma resina vegetal denominada de âmbar, que a ser atritada com tecido e/ou pele de animal, Tales percebeu que daquele processo o âmbar adquiria a capacidade de atrair pequenos pedaços de palha e/ou pequenas penas de aves. Em grego, a palavra elektron significa âmbar, a partir desse vocábulo surgiram as palavras elétron e eletricidade. Já no século XVIII ocientista norte-americano Benjamin Franklin, o inventor do pára-raios, teorizou que as cargas elétricas eram um fluido elétrico que podia ser transferido entre os corpos. Hoje já se sabe que os elétrons é que são transferidos. O corpo com excesso de elétrons está eletricamente negativo ao contrário do corpo com falta de elétrons, que se encontra eletricamente positivo.

Toda a matéria é constituída basicamente por três partículas: prótons (carga positiva), elétrons( carga negativa) e nêutrons que não tem carga. Quando um corpo não está eletrizado, o número de prótons é igual ao número de elétrons. Ao atritar dois materiais, um deles ficará eletrizado positivamente, pois perdeu elétrons e ficará com falta, já o outro ficará eletrizado negativamente, pois estará com excesso de elétrons.

O que determina se um material é condutor ou isolante é a existência dos elétrons livres. São eles os responsáveis pela passagem da corrente elétrica através dos materiais. São chamados de condutores aqueles materiais onde há possibilidade de trânsito da corrente elétrica através dele como, por exemplo, o ferro. Com os materiais isolantes, também chamados de materiais dielétricos, ocorre o processo inverso: os elétrons estão fortemente ligados ao núcleo atômico, ou seja, eles não possuem elétrons livres. Dessa maneira, não permitem passagem de corrente elétrica. Exemplos: o vidro, a borracha, a cerâmica e o plástico.
Se um condutor é ligado aos pólos do gerador os elétrons do pólo negativo se movimentam ordenadamente para o pólo positivo, esse movimento ordenado dos elétrons é denominado corrente elétrica.

A intensidade da corrente elétrica pode ser medida pela fórmula: i = q/t e sua unidade (A) Ampére. André-Marie Ampère foi um dos mais importantes cientistas da história pelos seus estudos sobre os fenômenos eletrodinâmicos.
Outra contribuição para a Eletricidade foi dada por Charles Augustin Coulomb, que estudou a força de interação entre as partículas eletrizadas, sabemos hoje que as partículas de mesmo sinal se repelem e as de sinais opostos se atraem. A Carga elétrica é medida pela fórmula q= i x t e sua unidade (C) Coloumb.
Um aparelho que mantenha uma falta de elétrons em uma de suas extremidades e na outra um excesso origina uma diferença de potencial (d.d.p.) _ ddp = Trabalho/q e sua unidade (V) volts.

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

VENDO E APRENDENDO

Meus queridos alunos:

Assitam ao vídeo, para fazerem uma viagem pelo Sistema Digestório e relembrarem tudo o que estudamos nas aulas. Sucesso a todos!

video

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Quer perder peso?
Vá para a Índia


Após medir a força da gravidade em diferentes pontos da Terra, cientistas da Nasa, fizeram uma descoberta surpreendente: ninguém sabe explicar o porquê, mas na Índia a gravidade é um pouco mais fraca - e por isso as coisas lá pesam cerca de de 1% a menos.
Fonte: Revista Superinteressante. Edç.268. Ago/2009